Como funciona um regulador de pressão?

Data: 
Terça, 15 Abril, 2014

Um regulador de pressão limita o excesso de pressão de entrada da água para uma pressão de saída constante. É necessário ter pressão de saída constante para assegurar que seu aspersor (ou emissor) tenha um desempenho adequado.

A água percorre a entrada do regulador e em torno de uma sede fixa para dentro da área crítica de vazão. A água então entra em um cilindro oco chamado de eixo de estrangulamento (ou T-stem) que é fixado a um diafragma maior próximo à extremidade da saída. Uma mola em redor do eixo de estrangulamento tende a manter a área de vazão aberta, enquanto a pressão da água atuando na área total do diafragma tenta fechá-la. Esse duelo sempre termina em empate, com a pressão de saída (ou regulada) sendo determinada pela força de compressão da mola.

O que isso significa para você?

Seus aspersores podem passar adiante apenas o que receberem. Dê consistência a eles e o favor será retribuído a você. A maioria dos aspersores tem o melhor desempenho em um nível de pressão específico, normalmente menor do que a pressão da sua linha. Contudo, a pressão da linha deve estar, no mínimo, em 5 psi (0,34 bar) acima da pressão de saída estabelecida do regulador.

O design de um regulador e os materiais usados para fabricá-lo têm grande impacto em sua precisão. Não se esqueça de escolher o modelo de regulador que melhor se encaixe à vazão e à pressão necessárias para sua aplicação.

A Senninger lançou o primeiro regulador de pressão em linha de alta qualidade para o setor de irrigação em 1966. Os nossos reguladores são 100% testados com água para precisão e têm garantia de dois anos para materiais, acabamento e desempenho.

Mais Notícias